Home / Notícias / “A graça da profissão é a gente fazer o que a gente não é”, opina Giovanna Antonelli sobre polêmica racial em nova novela das 21h

“A graça da profissão é a gente fazer o que a gente não é”, opina Giovanna Antonelli sobre polêmica racial em nova novela das 21h

Divulgação/RedeTV!
O ‘TV Fama’ desta segunda-feira (14) exibe uma entrevista exclusiva com Giovanna Antonelli e durante bate-papo, a musa, que será protagonista da nova novela da Globo ‘Segundo Sol’, comenta a polêmica racial envolvendo a trama, que foi acusada de ter um elenco majoritariamente branco em uma história que se passa na Bahia. “Acho que a graça da profissão é a gente fazer o que a gente não é. Hoje, ali, vivendo na Bahia, fazendo um personagem baiano, todos que estão participando se sentiram tão baianos quanto um baiano e os admirando profundamente”, afirma a atriz, que lamenta: “Eu, como artista, ficaria muito triste de um dia não poder interpretar uma índia, por exemplo, porque eu não sou uma e não posso me caracterizar para aquilo”.
Ainda sobre o tema, Giovanna relembra o papel de Luís Mello em ‘Sol Nascente’, em que o ator interpretava o japonês Kazuo Tanaka, sem ser, de fato, japonês. “O Luís Mello, que não é um japonês, e ficou um barato, ele fez uma composição, não só da caracterização que fizeram nele, mas ele, como ator, teve uma dimensão de ir para um lugar que jamais imaginou. Ele virou japonês”, defende a bela.
A entrevista completa vai ao ar no ‘TV Fama’ desta segunda-feira (14), às 21h30, pela RedeTV!

Autor Ivo Junior

Admirador de televisão, comunicador nato e frequentador do mundo dos famosos. Encontrou nesse meio a forma de informar e entreter, prezando a agilidade e a excelência da informação.

Veja Também

“Foi um ato covarde meu”, diz Dado Dolabella sobre agressão a Luana Piovani

Libertado da prisão há pouco mais de um mês, após ficar detido por dois meses …

Deixe uma resposta