Home / Famosos / Exposição sensorial marcou evento de lançamento de “O Tempo Não Para”

Exposição sensorial marcou evento de lançamento de “O Tempo Não Para”

Globo / Rafael Campos

Ao longo dos anos, a humanidade avançou em suas descobertas e elas nos trouxeram aos dias de hoje, nos permitindo refletir sobre como evoluímos e o que o futuro pode nos reservar. Como o tempo não para, o amanhã urge. É seguindo essa premissa que o evento de lançamento da próxima novela das sete, ‘O Tempo Não Para’, aconteceu na noite desta segunda-feira, dia 16, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, em um ambiente de ideias, explorações e perguntas sobre a época de grandes mudanças em que vivemos e os diferentes caminhos que se abrem para o futuro. A novela acompanha a história da família Sabino Machado, que congelou em 1886 após o naufrágio do navio Albatroz e, ao despertar em 2018, precisa lidar com os choques culturais e temporais diante da realidade contemporânea.

Os tons azul e branco que predominavam no espaço remetiam a um elemento fundamental do início da obra: o gelo. Um bloco de resina simulando um iceberg de quatro metros de largura permitia que os convidados interagissem e fizessem fotos gerando um efeito surpreendente, como se estivessem congelados. Além disso, uma exposição sensorial levou cada um a mergulhar no universo glacial e nos bastidores da produção da novela. A primeira estação da mostra, “Congelados no Tempo”, apresentou, em 14 monitores, imagens dos personagens do século XIX dentro de um cubo de gelo. O espaço “Linha do Tempo” revelou a evolução da tecnologia com ênfase na dramaturgia: 10 anos resumidos em curiosidades e uso de tecnologia na TV. Em “Sons do Tempo”, o público pôde viver uma experiência sonora e acompanhar a viagem da família a partir dos sons de tempestade, choque com o iceberg e chegada do bloco de gelo à praia do Guarujá nos dias de hoje, entre outros.

A estação “Todos os Ângulos” proporcionou aos convidados uma imersão visual. Quem passou por ali pôde entrar em um cubo de LED, que exibiu uma mesma cena da novela gravada em três ângulos diferentes. Em seguida, o convidado ainda teve a chance de fazer uma foto interativa no espaço “Com Você” ao lado de projeções de Marocas (Juliana Paiva), Samuca (Nicolas Prattes) ou do cachorro Pirata. Um making of das cenas da novela antes e depois dos efeitos especiais puderam ser conferida na estação “Antes da Cena”. No mesmo espaço, era também possível assistir aos teasers e às chamadas da novela. Já as criações da figurinista Paula Carneiro encerraram a mostra, com exposição de roupas dos personagens “congelados” e “contemporâneos”.

Intérprete de Dom Sabino, o patriarca da família congelada, Edson Celulari se encantou com a mostra especial. “A ideia de apresentar a novela dessa forma e num museu como esse não podia ser melhor. As experiências sonoras e visuais… O processo é muito interativo. Uma forma inteligente de propor uma discussão leve sobre o tema tratado pela novela. A gente avança na tecnologia, mas e o humano?”, refletiu.

Já o diretor artístico Leonardo Nogueira ressaltou que “é muito bom poder dirigir uma novela tão original. Tem época, tem modernidade, é uma história em sintonia com os dias atuais. Achei o tema da exposição totalmente pertinente, fiquei imaginando os “congelados” em meio a toda essa modernidade”, finalizou o diretor. Mario Teixeira, autor da novela, destacou que “O Tempo Não Para parte de uma premissa fantástica, mas ela tem um fundo realista em que o que importa é o conteúdo humano”.

Após o passeio pela exposição, elenco e equipe foram direcionados para a área externa do Museu, onde um telão foi montado para a exibição do clipe do folhetim. Juliana Paiva, que interpreta Marocas, se emocionou ao ver suas primeiras imagens na novela. “Acabei de ver o clipe e me emocionei muito, tenho certeza que o público vai se emocionar também”, disse. Protagonista masculino, Nicolas Prattes não escondia a ansiedade pela estreia. Ele destacou o perfil de Samuca, o jovem sócio de uma das maiores empresas do país, a holding SamVita. “Estou cheio de expectativas. Samuca é um personagem muito especial e acredito que o público vai se encantar com as atitudes dele”, afirmou. Na trama, o empresário resgata Marocas após o descongelamento do bloco de gelo onde ficou congelada por 132 anos e, daí, nasce uma paixão. Ele precisará lidar com seus sentimentos diante de Betina (Cleo), até então sua noiva. “Estou muito feliz com o papel, e acho que ela tem várias nuances da mulher moderna. Ela não é uma vilã, mas acaba se tornando uma pessoa bem determinada, que fará tudo por amor”, pontuou Cleo, antes de a pista de dança ser aberta. À frente das pickups montadas próxima ao espelho d’água que é marca do Museu do Amanhã, o DJ Papagaio animou a festa.

‘O Tempo Não Para’, próxima novela das sete, acompanha a história de uma família congelada, em 1886, que desperta nos dias de hoje e precisa lidar com os choques temporais. De Mario Teixeira, com direção artística de Leonardo Nogueira, a novela estreia dia 31 de julho. A obra conta com colaboração de Bíbi Da Pieve, Marcos Lazarini e Tarcísio Lara Puiati, e direção-geral de Marcelo Travesso e Adriano Melo.

Autor Mikah Fred

Formado em Publicidade e Propaganda, Web Design e também editor do Portal Televisivo. Responsável por nossas pautas latinas, além da edição e direção das pauta de vídeo do Portal.

Veja Também

A Hora da Venenosa vence estreia de Carioca no Vídeo Show da Rede Globo

Nesta segunda-feira, 20/08, o Balanço Geral liderou, isoladamente, a audiência com o quadro A Hora …