Home / BBB 19 / BBB 19 – Diego, o jogador focado

BBB 19 – Diego, o jogador focado

Criador de cavalos deixou o game, mas conta que o dia mais feliz da vida, foi no BBB

Globo / João Cotta

Diego passou quatro semanas no ‘BBB 19’. Nesse período, não perdeu o foco: jogou, articulou, planejou. Aproveitou também. As festas, a academia, a piscina, as provas. Nos últimos dias, após ser indicado ao Paredão pelos líderes Danrley e Elana, refletiu. “Foram dias em que pensei ainda mais no jogo. Comecei a rever o que fiz e o que deixei de fazer. Tentei, nesses dois últimos dias, aproveitar o máximo possível a casa e refletir sobre o que eu tinha feito lá dentro”, disse o criador de cavalos, eliminado na última terça-feira, dia 12, com 52,47% dos votos. Ele disputava a permanência no game com Alan (com 42,93% dos votos), e com a amiga Isabella (4,60%). Na manhã desta quarta-feira, 13, poucas horas após deixar a casa mais vigiada do Brasil e, segundo ele, tendo dormido apenas uma hora e meia e comido muito pouco, Diego falou sobre seu jogo. “Minha estratégia sempre foi ter pessoas ao meu lado. Achei que tendo mais pessoas junto comigo, trabalhando em grupo, eu conseguiria evitar o Paredão”. Não deu certo. Agora, ele torce pela amiga Carol. “Ela é a pessoa mais verdadeira da casa, que se dá bem com todo mundo. Sabe se colocar, sabe se impor. Teve um reinado muito bom e acho que vai sempre saber lidar com as situações que surgirem”, disse. Em uma das festas, a Aqualoucos, viveu um dos momentos mais marcantes do jogo e da vida. “Aquela festa na piscina foi um êxtase. Acho que foi ali que a ficha de que a gente estava no ‘Big Brother’ caiu. Foi um momento de felicidade como eu acho que jamais tinha tido na minha vida”.

Entrevista Diego – Quarto eliminado do ‘BBB 19’

– Como foram essas semanas no ‘BBB’?

Foram muito boas. Curti tudo o que eu podia lá dentro. Fiquei muito feliz com a experiência de estar no ‘BBB’, das coisas que aprendi, das pessoas que conheci. Foi muito bacana, fiquei muito feliz. Mas triste por sair.

– O que passou pela sua cabeça nesses dois dias que antecederam a eliminação? Ficou muito tenso?

Foram dias em que eu pensei um pouco mais no jogo. Comecei a rever o que fiz, o que deixei de fazer. Foram dias de reflexão. Tentei, nesses dois últimos dias, aproveitar o máximo possível a casa e refletir sobre o que eu tinha feito lá dentro.

– Algumas pessoas diziam que você era um dos participantes mais jogadores e estrategistas da casa. Você se via assim? Seu jogo tinha uma estratégia?

Na verdade, minha estratégia sempre foi ter pessoas ao meu lado. Desde o início a casa se dividiu, de forma muito natural, em grupos. Eu achei que tendo mais pessoas junto comigo, eu conseguiria evitar o Paredão. Achei melhor trabalharmos em grupo. Não combinando votos, mas conversando muito antes de votar.

– Acha que algum motivo específico te levou ao paredão?

Acredito que quem votava em mim me achava forte, achava que eu podia manipular outras pessoas.

– E a saída da casa, a que você atribui?

Acho que saí porque demonstro muito o que penso, falo. Isso pode ter pesado. Posso ter me expressado em alguns momentos de forma errada e isso pode ter contado um pouco para a minha saída do programa.

– Seus planos de jogo saíram como esperado? Alguma coisa saiu do seu controle?

A única coisa que saiu do meu controle foi a última prova do líder. Eu estava muito confiante de que poderia ganhar, mas travei na hora do xixi. Segurar por seis ou sete horas, foi difícil para mim. Eu até poderia aguentar mais um pouco, mas não seguraria por mais três ou quatro horas, então resolvi dar a liderança para Danrley e Elana.

– Ficou surpreso ao ser indicado por eles ou já esperava?

Não fiquei surpreso. Desde que foram formadas as duplas da prova de resistência, eu já pensei que, se eles ganhassem, poderiam indicar a mim ou a Isabella ao Paredão. Tentei dar o meu máximo na prova porque eu sabia que esse risco era grande, mas não consegui.

– Como foi viver o Big Brother? Algo te surpreendeu?

A estrutura da casa e o cuidado com a gente me surpreenderam muito. Nós não vemos as pessoas, mas sentimos o tempo todo esse cuidado com a gente. É tudo muito bem planejado: provas, festas. Fiquei muito encantado.

– Você tinha algum lugar favorito na casa? Qual era?

Não cheguei a ter um cantinho preferido. Tentei curtir todos os momentos e todos os lugares. Cada dia eu estava aproveitando um lugar: piscina, academia, dormi em todos os quartos. Preferia o quarto do líder (risos). Queria muito ter ganho, mas fiquei feliz em aproveitar o quarto com a Carol.

– Vocês formaram um grupo muito próximo, você, Carol, Isabella e Maycon…

Sim. Considero a Paulinha também uma pessoa muito legal. Ela fala muito, sem pensar, mas não é por maldade. Carol e Isabella são pessoas extraordinárias, torço muito por elas e quero muito que elas cheguem à final. O Maycon também é muito bacana, mas muito novo e acaba fazendo umas brincadeiras desnecessárias. Mas tem muito bom coração pelo que eu senti lá dentro.

– Para você, qual foi o momento mais marcante dentro do jogo?

Para mim foi um êxtase o que vivi na festa da piscina, a segunda festa. Estava tocando uma música muito legal e foi ali que acho que a ficha de que a gente estava no ‘Big Brother’ caiu. Foi um momento de felicidade como eu acho que jamais havia tido na minha vida.

– Alguma coisa te atrapalhou lá dentro ou estava 100% focado?

Eu estava extremamente focado. Ontem, depois que saí, consegui conversar com meus pais, com a Andressa, minha namorada. Eu disse até que quase não lembrava deles de tão focado. Lembrava na hora do Raio-X, mas tentava não lembrar deles para tentar pensar nas melhores estratégias do jogo.

– Você faria algo diferente? Ficou algum arrependimento?

Não, não me arrependo. Alguma coisa que falei pode ter sido interpretada de forma errada, mas de modo algum eu quis prejudicar alguém. Eu sou uma pessoa muito na minha, que respeita todas as pessoas. Agora, com relação às minhas atitudes, à minha forma de jogar, eu não mudaria nada. Acho que fui supercoerente e correto.

– Muito se falou sobre seu relacionamento com a Hariany. Que você se mostrava mais sensibilizado quando ela se afastava.

Acho que o que aconteceu foi que me emocionei muito quando a Hariany foi ao Paredão. Eu queria muito que ela voltasse, mas eu estava sentindo que ela estava um pouco longe. Então, tomei a liberdade de conversar com ela, mas acho que foi no momento errado. A gente estava saindo da festa, ela tinha acabado de voltar de três paredões… Ela acabou chorando não só pela conversa, mas por tudo o que estava acontecendo na casa. Eu e ela nos resolvemos, eu pedi desculpas para ela e ficou tudo certo.

– Outro ponto muito comentado foi o seu relacionamento com a Hana. Que você falava muito sobre ela, principalmente enquanto ela ainda estava no game. Por quê?

No começo do jogo ela me incomodava. Depois que tivemos a primeira conversa, a gente esclareceu muito as coisas. Tivemos ainda outra conversa, nos aproximamos um pouco mais. Não tenho nenhum problema com a Hana, era só uma questão do jogo. Eu desejo tudo de bom para ela, a acho uma pessoa talentosíssima, que tem um futuro brilhante. Tudo o que eu falei para ela não foi falsidade.

– Agora, fora do jogo, quais são os seus planos?

Tenho minha loja em Curitiba, minha fazenda com meu pai. É difícil planejar alguma coisa agora, mas quero escutar as ideias das pessoas, estudar futuras propostas.

– Quem você acha que é o jogador mais forte?

Não sei se o jogador, mas a pessoa mais verdadeira da casa, que se dá bem com todo mundo, e que expõe muito suas ideias é a Carol. Ela sabe se colocar, sabe se impor. Foi uma líder perfeita, soube escolher o indicado, soube administrar o quarto. Teve um reinado muito bom. Acho que ela vai sempre saber lidar com as situações.

– Vai torcer para alguém lá dentro?

Para a Carol. E para a Isabella também.

O ‘BBB19’ tem direção-geral de Rodrigo Dourado e apresentação de Tiago Leifert. O programa vai ao ar de segunda a sábado logo após ‘O Sétimo Guardião’, exceto às quartas, quando passa depois do Futebol. Aos domingos, o programa é exibido após o ‘Fantástico’.

Autor Michael Fred

Formado em Publicidade e Propaganda, Assessoria de Imprensa e Web Design, é editor do Portal Televisivo. Responsável por nossas pautas latinas, além da edição e direção de vídeos do Portal.

Veja Também

Ludmila e Mariana Xavier fazem revelações no Programa da Maisa neste sábado (20)

  Neste sábado, 20 de julho, o Programa da Maisa tem convidadas especiais. Pra começar, Milene Pavorô dá carona para …