Home / Notícias / Troca de experiências marca o lançamento da segunda temporada de ‘Carcereiros’

Troca de experiências marca o lançamento da segunda temporada de ‘Carcereiros’

Globo/Marcos Rosa

Local de encontros, debate e geração de ideias, impulsionados pela sede de conhecimento e vitalidade tão característicos ao público universitário, a FAAP – Fundação Armando Alvares Penteado –, em São Paulo, foi o palco do lançamento da segunda temporada de ‘Carcereiros’, uma coprodução da Globo com a Gullane e a Spray Filmes, que tem estreia prevista para 16 de abril na Globo. Nesta terça-feira, 19 de março, a produção tornou-se tema de uma das mesas de conversa que fazem parte da programação da Semana de Comunicação da universidade. Foi assim que direção, autores, elenco, imprensa e estudantes da área se reuniram para o papo que compôs a manhã do lançamento, no histórico prédio da instituição, situado no bairro de Higienópolis.

Para dar início ao dia, o terraço da universidade acolheu um coquetel de boas-vindas aos convidados e uma exposição de fotos de cenas, bastidores e retratos de personagens, feitas durante o período de gravações da segunda temporada da série, entre fevereiro e junho de 2018. As imagens feitas pelo fotógrafo Ramón Vasconcellos mostram os principais acontecimentos na vida de Adriano (Rodrigo Lombardi) – entre eles, o namoro com a agora presidiária Erika (Letícia Sabatella), que acabou provocando a transferência do carcereiro para outra penitenciária. Sempre pelo olhar de quem tem as chaves da cadeia, mas é o mais preso entre os presos, as fotos reforçam o conceito da série ao destacar as angústias, os dilemas éticos e os conflitos psicológicos de um carcereiro, além de seu ponto de vista sobre o universo prisional.

Pouco depois de 11 horas da manhã, um auditório lotado assistiu ao primeiro episódio da temporada, seguido de uma entusiasmada conversa liderada pelo diretor-geral José Eduardo Belmonte, os roteiristas Dennison Ramalho, Fernando Bonassi e Marçal Aquino, o ator e protagonista Rodrigo Lombardi e os produtores Fabiano Gullane e Noberto Pinheiro Jr., da Gullane e da Spray Filmes, respectivamente. O papo contou, ainda, com a participação dos roteiristas Aly Muritiba e Paulo Lins, além de outros grandes nomes do elenco principal: Letícia Sabatella, Mariana Nunes, Samantha Schmütz, Tony Tornado e Othon Bastos.

Perguntado sobre o processo de criação e o mergulho no universo da série, o autor Fernando Bonassi enfatizou a importância do trabalho junto a carcereiros reais: “Ficamos pelo menos 6 meses em contato com os carcereiros, até mesmo em momentos de lazer. Ficamos realmente muito próximos. O Drauzio Varella, por exemplo, estava sempre com eles.”  Essa imersão também foi fundamental para preparação de Rodrigo Lombardi. “O meu trabalho foi, o tempo todo, ao lado dos carcereiros que estavam com a gente no set de gravação. Fui observando e entendendo essas pessoas, conversando com eles e, então, percebi que todas tinham algo em comum: o carcereiro é uma pessoa cansada. O Adriano é um homem cansado, mas, eu não tinha tempo de me cansar. Então, eu fiz uma dieta de sono e dormi somente quatro horas por dia durante algum tempo. Assim, junto com o Belmonte, construímos esse personagem”, disse o ator.

Belmonte ainda destacou o olhar cuidadoso de toda a equipe para as características do sistema penitenciário nacional. “Por expressar uma realidade tão particular, a série acaba despertando o interessa de muita gente, dentro e fora do Brasil. As pessoas de forma geral olham pra isso com muita atenção. Esta é uma realidade que, independentemente das especificidades que tenha em determinados lugares, existe no mundo todo.  Nesta obra, nosso papel foi iluminar a nossa realidade, com o que ela tem de melhor e pior”, comentou o diretor-geral. “E tudo isso em cerca de 30 minutos de dramaturgia – tudo muito rápido”, completou o autor Marçal Aquino.

‘Carcereiros’, vencedora do Grande Prêmio do Júri do MipDrama Screenings, em Cannes (2017), chega a sua segunda temporada, com estreia prevista para o dia 16 de abril, pelas mãos dos autores Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Dennison Ramalho, ao lado de Marcelo Starobinas, Aly Muritiba e Paulo Lins, e do diretor-geral Eduardo Belmonte. Livremente inspirada na obra de Drauzio Varella, a série é uma coprodução da Globo com a Gullane e a Spray Filmes, e conta com direção de episódios de Belmonte, Aly Muritiba, Dennison Ramalho, Philippe Barcinski e Raoni Rodrigues.

Autor Ivo Junior

Admirador de televisão, comunicador nato e frequentador do mundo dos famosos. Encontrou nesse meio a forma de informar e entreter, prezando a agilidade e a excelência da informação.

Veja Também

Paolla Oliveira se encontra com colegas de gravação da nova novela das 9

Reprodução / Instagram Depois de Reynaldo Gianecchini sacudir a internet no reencontro com Juliana Paes …