Home / Famosos / Dia dos Pais: Leo Chaves fala sobre a relação com os filhos

Dia dos Pais: Leo Chaves fala sobre a relação com os filhos

Reprodução / Instagram

Pai de Matheus (12), Antônio (8) e José (3), Leo Chaves é o que pode-se chamar de paizão. Apesar da rotina agitada de quem se apresenta pelo Brasil inteiro, dividindo-se entre cantor, palestrante, escritor e empresário, o artista está sempre buscando uma boa conexão com os filhos, e aproveita os momentos em que estão juntos, para estabelecer qualidade na relação com eles.

Em seu Instagram (@leochaves), compartilha frequentemente momentos ao lado da prole, seja na Fazenda, onde revive sua própria infância e tenta transmitir os mesmos valores aos filhos, ou no apartamento onde vivem, em Uberlândia.

Em suas palestras, Leo Chaves sempre reflete sobre a relação com os filhos. Para o cantor, nessas relações, qualidade é o grande alicerce e não a quantidade. Ele reconhece que muitas vezes, apesar de estar presente fisicamente, muitas vezes até com mais frequência, não era tão próximo dos filhos, não havia conexão. Quando tomou consciência disso, passou por uma transformação profunda. Ele relembra que o filho mais velho, Matheus, após uma festa em casa, estava chorando e, quando foi questionado, disse ao pai que sabia que ele era um excelente profissional, querido por muitas pessoas, amigo de todo mundo, que o amava, mas que havia se cansado de ser o último da fila, não ele era amigo dele, pois estava sempre ocupado com situações profissionais ou no lazer, sem uma atenção especial para ele “Naquele momento eu percebi que as coisas estavam erradas. Para mim parecia ter conquistado tudo, mas, no fundo, sentia o vazio de não ter nada.”, revelou Leo.

Hoje, o cantor aprendeu que é possível conciliar a rotina nas estradas com uma relação ainda mais próxima com os filhos. “O importante é estar presente de verdade nos momentos em que estamos juntos. Divido com eles a minha vida e pergunto sobre a deles também. Tento entrar no universo deles, e permito que eles entrem no meu. É importante o olho no olho, o carinho direcionado. Se seu filho é moleque, seja em alguns momentos um moleque divertido. Se seu filho tem medos, conte também dos seus medos. Se ele é ansioso, se coloque no mesmo terreno e conte de suas ansiedades, e como as enfrenta. Hoje com meus filhos, temos momentos só nossos, de completa conexão, evitando celular ou televisão, com brincadeiras e muita conversa, contando histórias do dia-dia, assim consigo participar da vida deles”.

Uma das preocupações de Leo é educar Matheus, Antônio e José de maneira que conquistem independência e liberdade, tudo é claro, dentro de um limite e com acompanhamento; mas que possibilite sabedoria e experiência para tomar decisões conscientes no futuro. “Entendo hoje, que o maior legado que podemos deixar aos nossos filhos é a autonomia. Precisamos questionar sempre, orientar acompanhando com limites. Nos momentos em que estiverem conflitos, deixá-los buscar a solução e motivá-los à reflexão. Tento sempre estimular meus filhos a tomarem decisões e fazerem escolhas, principalmente nos momentos de tensão. Essas habilidades precisam ser treinadas, e é bom que comece na infância. A metáfora que gosto para contextualizar esse processo é pensar em como se ensina o filho a andar. É preciso deixá-los enfrentar o caminhar, mesmo com alguns tombinhos, com liberdade em alguns momentos, mas observando e acompanhando de mãos dadas diante do perigo!”.

Para Leo, é na infância que os comportamentos podem ser treinados para que virem hábitos no futuro. “Quero filhos que sejam adultos sucessores, que saibam lidar com os nãos da vida, tomando decisões concisas e maduras, mas infelizmente temos outros costumes, automatizamos muito e não os treinamos para decidirem! Mudei minha forma de condução, quando meus filhos me trazem problemas hoje, questiono, instigo a reflexão e peço que me tragam notícias de como solucionaram. Quando sinto que é necessário oriento, mas ainda assim estimulando o pensamento através do questionamento.”.

Autor Ivo Junior

Admirador de televisão, comunicador nato e frequentador do mundo dos famosos. Encontrou nesse meio a forma de informar e entreter, prezando a agilidade e a excelência da informação.

Veja Também

Xuxa estreia turnê “Xuxa Xou” em SP pedindo respeito às diferenças

Blad Meneghel / Divulgação A noite de sábado (17) no Credicard Hall em São Paulo …

Deixe uma resposta