Home / Notícias / ÉRAMOS SEIS – Emília exige a presença das sobrinhas

ÉRAMOS SEIS – Emília exige a presença das sobrinhas

Foto: Globo / Raquel Cunha

Clotilde (Simone Spoladore) e Olga (Maria Eduarda de Carvalho) mal chegaram a São Paulo e já foram intimidas para um compromisso social. Sua tia Emília enviou à casa de Lola (Gloria Pires) um chofer com um recado um tanto quanto irritado, dizendo ser um absurdo que as sobrinhas estejam na cidade ainda sem visitá-la. Sem querer contrariar a tia, as três se arrumam imediatamente e tomam o bonde em direção à sua casa, que fica em um nobre bairro paulista, distante da Avenida Angélica.

Ao chegarem, Lola avisa às irmãs que não perguntem sobre a prima Justina (Julia Stockler), pois este é um assunto proibido na mansão. A filha mais velha de Emília tem um distúrbio mental que, embora não tenha sido diagnosticado pela medicina da época, a faz ter comportamentos atípicos. Tais comportamentos apavoram Emília, que não sabe como lidar e, por isso, prefere manter Justina afastada do convívio social.

“Emília é muito amargurada e infeliz devido a essa situação”, comenta Susana Vieira. “Como as mulheres ricas daquela época, gostaria de exibir as filhas para a sociedade, mas não tem essa chance, já que sente vergonha de Justina e Adelaide (Joana de Verona), sua caçula, que estuda na Europa. Emília, então, se sente muito solitária”, complementa a atriz. Quem faz companhia a Emília e ameniza um pouco esta solidão é Higino (Thiago Justino), seu mordomo e pessoa de confiança, que é bastante afetuoso no trato com Justina.

 

As cenas estão previstas para irem ao ar a partir desta terça-feira, dia 8.

Autor Bruno Silva

Amante de artes, Bruno está sempre ligado nas novidades da música pop nacional e internacional.

Veja Também

A Fazenda: Lucas Viana é o novo fazendeiro, Rodrigo e Jorge estão na roça

A noite da terça-feira (22) foi marcada pela prova eletrizante do fazendeiro disputada entre Jorge, …